Close

YASMIN

> Yasmin > performance _ 

instagram.com/yasvps

Yasmin tem o objetivo de ser uma artista completa. De origem artística no teatro, cursou Artes
Cênicas pela FAP (Faculdade de Arte do Paraná), e desde então tem se dedicado a escrita,
performance e artes visuais. Integrou inúmeros grupos e companhias de teatro em Curitiba,
trabalhando também como cenógrafa, produtora cultural e figurinista. Hoje finaliza outra
graduação em Ciências Sociais com linha de formação em antropologia, na qual pesquisa
gênero e sexualidade dentro de uma companhia de teatro influente em Curitiba, a Selvática
Ações Artísticas.
Estas experiências resultam em uma performance rica em valores estéticos e conceituais,
sempre pautando a liberdade feminina, e com o objetivo de comunicar, como uma instalação
em movimento, que existe em outra dimensão, com outra dinâmica temporal, e que causa
ruído; Para a artista, performar representando a Redoma é ser, estar e ocupar Curitiba como
mulher, artista, pesquisadora, brasileira, militante e como corpo dissidente e inconformado.
Yasmin cria um portal mágico de cisão no tempo/espaço, proporcionando uma
experiência estética/política/sensorial/psicoativa tecnológica e revolucionária que cria e
recria constantemente um novo ser desconhecido aos olhos dos espectadores, um ser
de outro planeta que vem resgatá-los por uma noite demonstrando e os permitindo
conhecer as diferentes possibilidades de existência. Com sua cosmologia mitológica, a
artista os leva para viagens interplanetárias com suas múltiplas personagens,
conduzindo o público a entrar em transe e em sincronia para as novas descobertas. O
portal estabelecido permite à interação entre todos presentes, criando uma redoma de
amor, criatividade e respeito onde o tempo é relativo, as velocidades se confundem e
uma nova experiência é vivenciada de forma conjunta. Aqui já não importa mais a
forma humana ou animal, mas um renascimento e evolução para um ser de energia e
espírito, uma entidade imortal de inteligências indomáveis, um suspiro de vida em uma
noite, o reconhecimento do desconhecido. Contemple.
“Ruído é o que nós queremos produzir quando dizemos o que precisa ser dito”.

_______

> fotografia 1 > Fernando Helfenstein _ prod > Gold Dome _

> fotografia 2 > Pauhlo _

> fotografia 3 > Eudig _

Golddome • 11/03/2018
  • Agency