Close

SANTAEPUTA

> SantaePuta > performance _

instagram.com/santaeputa

Nascido e criado em Curitiba, o artista Douglas Tartaia (19 anos) se apaixonou pelo universo da arte ainda criança. Ingressou sua carreira no teatro, trabalhando sua estética e interação com o público onde permaneceu por 7 anos atuando/produzindo peças e intervenções.  Expandiu-se em um universo de contato nas áreas da dança, maquiagem, música, desenho, criação de conceito e intervenções urbanas.

Douglas, que se considera não conformista dentro do pós-identitarismo de gênero, trabalha seu visual navegando entre estéticas não-binárias, sendo bastante conhecido no movimento Queer de Curitiba como @santaeputa.

Sua expressão artística é carregada de informações não convencionais trabalhadas por meio da maquiagem, figurino e comportamento. Sua personagem tem como finalidade causar impacto em quem a contempla.

Fazendo parte do casting da Redoma e apresentando-se nos eventos do projeto intercutural – ainda como ”Lisa Waterhaus” – o artista esteve em diversos eventos de Curitiba, dentre eles a festa Dissimulada, Matadora e Glitter Bomb, a festa à fantasia do curso de Relações Internacionais da universidade UniCuritiba em parceria com a Endeleza – organização sem fins lucrativos e que atua no interior do Quênia e outras.


Born and raised in Curitiba, the artist Douglas Tartaia (19) fell in love with the art universe still as a child. He entered his theater career, working his aesthetics and interaction with the public, where he remained for 7 years acting and producing pieces and interventions. It expanded into a universe of contact in the areas of dance, makeup, music, drawing, concept creation and urban interventions.

Douglas, who considers himself non-conformist within post-gender identity, works his visual, which navigates between non-binary aesthetics, highly known in the Queer scene of Curitiba as @santaeputa.

His artistic expression is loaded with unconventional information worked through makeup, costume and behavior. His character’s purpose is to make an impact for the beholder.

Performing at the events of the intercultural project Redoma – and as a Redoma artist – he has also presented himself as “Lisa Waterhaus” at several parties in Curitiba, among them: Dissimulada, Matadora e Glitter Bomb. He also worked in the fantasy party of the International Relations course of UniCuritiba University in partnership with Endeleza – a non-profit organization which operates inside Kenya.

_______

> fotografia 1 > Fernando Helfenstein _

> fotografia 2 e 3 > Psicromia _

> fotografia 4 > Eudig _

> fotografia 5 > Lourene _

> fotografia 6 e 7 > Paulo _

Golddome • 11/03/2018
  • Agency