Close

SANTAEPUTA

> SantaePuta > performance _

instagram.com/santaeputa

Nascido e criado em Curitiba, o artista Douglas Tartaia (20 anos) se apaixonou pelo universo da arte ainda criança. Ingressou sua carreira no teatro, trabalhando sua estética e interação com o público onde permaneceu por 7 anos atuando/produzindo peças e intervenções.  Expandiu-se em um universo de contato nas áreas da dança, maquiagem, música, desenho, produção de editoriais de moda, criação de conceito e intervenções urbanas.

Douglas, artista não binárie e de estética visual fluida, trabalha seus aspecto artisticos com referências estéticas da mitologia Grega, de Himeneu filho de Afrodite e Apolo, o qual tinha uma beleza que transcendia a imagem padrão de um homem da época, muitas vezes sendo visto como uma mulher. E Chinesa, de Tu Er Shen que na tradução literal significa ”Deus Coelho”, uma divindade do panteão chinês que administra o amor e o sexo homoafetivo.
Já como assunto, o artista conta com referências voltadas para o pós-humanismo.
”Um ciborgue é um organismo cibernético, um híbrido de
máquina e organismo, uma criatura de realidade social e também
uma criatura de ficção. Realidade social significa relações sociais
vividas, significa nossa construção política mais importante,
significa uma ficção capaz de mudar o mundo.”
-Manifesto ciborgue, Donna J. Haraway
Fazendo parte do casting da Redoma e apresentando-se nos eventos do projeto intercutural – ainda como ”Lisa Waterhaus” – o artista esteve em diversos eventos de Curitiba, dentre eles a festa à fantasia do curso de Relações Internacionais da universidade UniCuritiba em parceria com a Endeleza – organização sem fins lucrativos e que atua no interior do Quênia, a festa Flagra e Enigma (SC).


Born and raised in Curitiba, the artist Douglas Tartaia (21 years old) fell in love with the universe of art as a child. Starter his career in theatre, where hi could work on his aesthetic and communication with the audience. Expanded himself into the universe of dance, makeup, music, drawing, fashion editorial production, concept creations and urban interventions.

Douglas, non-binary artist with fluid aesthetic vision, works his artistic aspects referencing Greek mythology’s aesthetic, from Aphrodite and Apollo’s son, hymen, who has a beauty that transcends the image of what a masculine figure should look like by the time, many times being seen as a woman. He’s also inspired by Tu are Shen, from Chinese mythology, that, in literal translation means “bunny god”, a Chinese pantheon divinity who manages  homoaffectiveness love and sexuality.

As the subject of his work the artist uses post-humanism references.

“A cyborg is a cybernetic organism, a hybrid of machine and organism, a creature of social reality as well as a creature of fiction. Social reality is lived social relations, our most important political construction, a world-changing fiction.”

  • Cyborg manifesto, Donna J. Haraway

Back then, when still called Lisa Waterhaus, being already a part from Redoma’s Casting, Tartaia’s been in to many events in Curitiba; among them, Flagra(PR), Enigma(SC) and the costume party of the international relationships course from UniCuritiba University in partnership with Endeleza – Non-governamental organization that acts in Kenya.

_______

> fotografia 1 > Fernando Helfenstein _

> fotografia 2 e 3 > Psicromia _

> fotografia 4 > Eudig _

> fotografia 5 > Lourene _

> fotografia 6 e 7 > Paulo _

Golddome • 11/03/2018
  • Agency